Blog

02/10/2019

7 coisas que devem ser levadas em conta antes da compra de um imóvel

A compra de um imóvel é um investimento que exige o máximo de atenção a todos os detalhes. Afinal, trata-se de uma compra que, na maioria dos casos, é de longo prazo. Por isso, para evitar arrependimentos ou até mesmo perda do valor aplicado na compra, é preciso analisar bem o que se está querendo adquirir. 

Isso garante que o imóvel seja o melhor tanto para sua família quanto para seu bolso. Por isso, separamos tópicos importantíssimos que, em alguns casos, não são avaliados antes do fechamento de uma compra desse porte e gera transtornos. Veja quais são eles e escolha seu imóvel com toda a certeza de estar fazendo o melhor negócio!


1. Defina o tipo de imóvel que pretende comprar

Ao contrário do que se pensa, a pesquisa não é o primeiro passo a ser dado na compra de um imóvel. Se você começa a procurar sem ter noção do que é adequado para as suas necessidades e de sua família, certamente procurará bem mais antes de encontrar. Além disso, ainda corre o risco de se encantar por um imóvel que não pode pagar por ele.

Por isso, antes de qualquer coisa, sente-se com quem irá morar com você e defina o que é preciso ter no novo imóvel. Além, é claro, das prioridades. Preço, quantidade de quartos, área útil, área de serviço, localização… Enfim, tudo aquilo que está faltando no espaço atual precisa ser levado em conta. Dessa forma, a escolha ficará mais fácil e menos tempo será perdido durante a pesquisa. 


2. Estude seu limite financeiro

Imagine só: você passa um tempão procurando um imóvel, encontra um que parece atender aos requisitos que priorizou, faz visitas, decide comprá-lo e, no fim, não consegue efetivar o negócio porque não tem renda suficiente para fechá-lo. Perda de tempo, não?! 

Por isso, estudar a renda familiar e mirar nos empreendimentos que correspondem ao perfil financeiro da família são as opções mais sensatas a serem feitas. Afinal, ninguém quer perder tempo em busca de algo que não irá trazer retorno. 

Para se certificar do valor que você pode pagar o imóvel, baixe a tabela de preços do empreendimento em questão e veja quanto é o valor de cada parcela. A Caixa Econômica Federal determina que o limite do valor da parcela não ultrapasse 30% da renda familiar como critério para aprovar o financiamento. Você pode usar esse parâmetro para simular um financiamento.


3. Conheça os custos envolvidos na compra

Um erro bastante comum de quem deseja comprar um imóvel é esquecer-se de que há outros gastos, principalmente durante a negociação, que envolvem a compra. Toda a documentação, por exemplo, é um gasto adicional, assim como o valor do sinal e as chamadas “semestrais”. 

Por isso, antes de fechar qualquer acordo, saiba quais são todos os gastos que o empreendimento em questão pedem. Para não perder tempo com isso, procure uma boa imobiliária. Certamente ela indicará um corretor que pode lhe ajudar neste processo. 


4. Veja o negócio com olhos de investidor

Para garantir o sucesso da compra e, ainda por cima, ter um bem valorizado, veja-o como um investimento. Para isso, você deverá analisar tudo aquilo que agrega valor a um imóvel, como vista, localização, ventilação, acabamento, condomínio e outros itens. 

Além disso, não pense em reformas que porventura possam surgir como um gasto a mais. Móveis planejados, por exemplo, são excelentes formas de aumentar a qualidade de vida dos moradores e, ainda por cima, aumentar o valor do imóvel. 

Pensando nisso, caso você decida mudar novamente, com certeza terá facilidade em repassar o bem por um valor até maior do que pagou.


5. Não tenha medo de perguntar o que não sabe

Principalmente nesse caso, quanto mais se pergunta melhor. Afinal, é a chance que você tem de tirar todas as dúvidas sobre os aspectos que englobam o imóvel em questão. Se você tem medo de parecer bobo ou desinformado perguntando demais, deixe essa neura de lado.

É perfeitamente compreensível querer saber tudo que está por trás de uma negociação como esta. Portanto, reúna tudo aquilo que não ficou claro e leve para uma conversa com o corretor. 


6. Certifique-se de que tudo está no contrato

Não se esqueça de que só vale aquilo que é formalizado no contrato. Por isso, antes de fechar a compra, analise cada detalhe para se certificar que os pontos discutidos estão no documento. Dessa forma, você pode cobrar caso haja algum problema durante o pós-venda, como entrega das chaves ou garantia da construtora. 

Seguindo essas dicas, você conseguirá fechar um negócio sem surpresas desagradáveis e ainda mais certo do que está comprando. Caso tenha alguma dúvida, não deixe de nos perguntar. Teremos o maior prazer em responder! Além disso, caso deseje receber mais novidades como esta, assine nossa newsletter!


Busca no Blog

CONFIRA NOSSOS EMPREENDIMENTOS

Empreendimentos